Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


09 maio, 2008

Alcione, hoje, no Festival de Serestas em Recife

O Recife se torna a capital da música romântica, com a 14ª edição do Festival Nacional da Seresta, que teve início no último dia 7 e encerra sábado, dia 10. O evento começa todas os dias às 20h e a entrada é franca.
Como acontece em todos os anos, as quatro noites do evento foram divididas por blocos temáticos. Na uarta-feira (7), a noite foi dedicada à Jovem Guarda e na quinta-feira (8) ao Bolero. Na sexta, o samba vai tomar conta do Marco Zero. Além de Alcione, estão na grade de atrações Arthur Philipe e Roberta Silva, Nadja Maria, Pery Ribeiro e Antônio Carlos e Jocáfi. Os shows do último dia serão dedicados às mães com apresentação de cinco artistas: Roberto Júnior, Altemar Dutra Jr., Nilton César e o cearense Raimundo Fagner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário