Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


14 junho, 2008

Alcione: "Morre o maior dos mangueirenses"


O cantor e compositor José Bispo Clementino dos Santos, o Jamelão, 95 anos, morreu às 4h deste sábado, na Casa de Saúde Pinheiro Machado, Rio de Janeiro, em decorrência de uma infecção generalizada. Ele estava internado desde a última quinta-feira.

Em nota oficial, a presidente da Estação Primeira de Mangueira, Eli Gonçalves, a Chininha, declarou o luto pela morte de Jamelão, presidente de honra da escola, por infecção grave. O corpo aguarda por liberação e será velado na quadra da Mangueira (rua Visconde de Niterói, 1072, Mangueira). O enterro será realizado neste domingo, às 11h, no cemitério São João Batista, em Botafogo.

A cantora Alcione, que conviveu de perto com Jamelão, lamentou o falecimento do intérprete. Em entrevista à Rádio Globo, a Marrom definiu Jamelão como o maior mangueirense de todos os tempos.

"Um grande mangueirense porque, vou te dizer, ele foi o maior mangueirense que nós conhecemos. Todas as festividades que ele fosse, seja Salgueiro ou Portela, ele ia de verde-e-rosa", afirmou. Alcione também contou um pouco sobre o jeito de ser do amigo de personalidade forte.

"Tinha aquele temperamento que nós compreendíamos. Foi uma pessoa boa, que trabalhou e ganhou o dinheiro dele com honestidade. Era acima de tudo um cidadão brasileiro. Temos orgulho de ter conhecido e cantado com esse homem", disse. "Deixou uma história muito bonita dentro samba. E foi um dos maiores intérpretes de música romântica também".
"Jamelão é insubstituível"

Um comentário:

  1. LINDA HOMENAGEM QUE NOSSA MUSA FEZ AO GRANDE JAMELÃO....

    VAI FAZER FALTA NA AVENIDA!!!!!

    ADEUS JAMELÃO, ATÉ UM DIA!!!!

    ResponderExcluir