Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


29 outubro, 2008

Show em Belém do Pará

Por Evandro Santos

A festa dos servidores, promovida pela Escola de Governo do Estado do Pará, levou milhares de pessoas até o Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, onde aconteceu o show da cantora Alcione.

Os primeiros servidores que foram prestigiar o evento começaram a chegar por volta de 17h30. No começo da noite, a fila para entrar no centro de convenções era gigantesca. Às 19h30, um carro peliculado, cercado de seguranças, estacionou em uma das entradas laterais do Hangar. "É a Alcione", disse um servidor que estava na fila. Mas teve gente que duvidou.

Quando a porta do carro se abriu a suspeita do fã foi confirmada. Alcione salta do carro e é recebida com aplausos pelas pessoas que estavam na fila. Ela olhou rapidamente para traz e acenou para o público. Nesse momento, os flashes das máquinas dispararam. Mas ninguém teve a sorte de tirar boa foto. Alcione estava pronta para o show. Maquiada, com o cabelo arrumado, e com um vestido largo, ela foi direto para o camarim esperar o momento de subir ao palco. Por volta das 20h30, Alcione sobe ao palco e leva o público ao delírio. Ela cantou seus melhores sucessos e fez as pessoas dançarem do começo ao fim do espetáculo. No começo do show, ela elogiou o programa Um Bilhão de Árvores, do Governo do Estado, e, depois, recebeu a cantora Cleide Morais, que cantou uma música junto com a Marrom.

Alcione já tinha cantado mais de cinco músicas, quando fez uma pausa para receber no palco a governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, que aproveitou o momento para cumprimentar os servidores pela comemoração. Ela também fez elogios a Alcione e disse que estava contente por conhecê-la pessoalmente.

O show de Alcione durou cerca de uma hora e agradou a todos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário