Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


19 janeiro, 2009

Casa de Bamba, na Vila Isabel!

Texto e Fotos: Marcelo Castro e Ricardo Erse

A quadra estava lotada e o calor era intenso! O show estava marcado para as 22hs, mas a Marrom entrou em cena às 00:40 hs. O show "De tudo que eu gosto", apesar das camisetas da Banda do Sol e da Produção, apresentou apenas três músicas deste último trabalho, e teve Alcione fazendo uma varrida pelos sucessos que já levaram e levam muitos a fazer várias loucuras por ela. E o sucesso da negona é indiscutível: seguraram o povão na quadra, esperando por ela. Logo depois do show, mais da metade das pessoas foram embora. Ela encerrou o show com "Obrigada", que acho que deveria ser o encerramento sempre! Emociona a todos e deixa uma mensagem muito bonita. Houve também a participação de Chocolate em "Meu Ébano". Um show que valeu muito!







Nenhum comentário:

Postar um comentário