Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


14 março, 2009

Alcione fala para o "Agora" e revela novidades do último trabalho.

Em entrevista ao Agora, a artista adianta como será o próximo álbum, que deve chegar às lojas em maio. No final deste mês, a cantora entra em estúdio para gravar seu novo disco. "O repertório irá mesclar sambas e músicas românticas. O destaque é um samba de breque, do Nei Lopes, chamado 'Águia de Haia'. Nunca gravei um samba de breque, e esse do Nei Lopes é um achado. Conta a história de um cara que saiu de um samba e perto do Campo de Santana incorporou Rui Barbosa", diz a Marrom.

Entre as 14 faixas do próximo CD também estará "Vou Pra Lapa", de Serginho Meriti e Claudinho Guimarães, que embala o núcleo da Lapa de "Caminho das Índias" (Globo). "Gravei para a novela, especialmente a pedido da Gloria [Perez, autora da trama]. Agora vou incluir esse samba no meu novo disco", conta a cantora.

O novo CD também trará, entre outras músicas, os sambas "Eternas Madrugadas", "Sinuca de Bico", "Acesa", "Nair Grande" -uma homenagem à dona Nair, da Mangueira- e as românticas "Não Peça Pra Ficar", "Quem Dera", e "Dama da Paixão". Em meio ao repertório de inéditas, Alcione decidiu regravar "Medo", de Roberta Miranda, e Vera Veríssimo. "Gravei 'Medo' no 'Promessa' [1991], mas, como muitas músicas daquele disco aconteceram, essa ficou meio apagada", comenta.

Segundo a cantora, em junho ou julho, ela deverá gravar ao vivo o DVD do próximo trabalho, ainda sem título. E dá uma boa notícia aos paulistanos: ela pretende estrear a turnê do novo disco aqui, na capital. "Os fãs paulistanos se queixam de que vou pouco a São Paulo. No próximo trabalho, quero dar mais atenção à cidade e percorrer também bastante o interior do Estado", comenta a Marrom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário