Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


04 maio, 2009

Comunidades da zona Norte do Rio batalham pela lona cultural Alcione, a Marrom.


Há aproximadamente três meses, as comunidades da região de Manguinhos e Jacarezinho começaram a se reunir para estruturar um movimento por uma lona cultural na Zona norte do Rio. Atualmente existem dez lonas na cidade. Elas são aparelhos públicos de cultura administrados pelas comunidades e homenageiam artistas ligados a elas. Nasceram no processo da Eco 92, com a sobra das lonas de lá, e basicamente seguiram os princípios do Circo Voador, espaço criado para dar chances a artistas menos conhecidos de divulgar sua arte, atingindo um grande público.

Basicamente, são o resultado de movimentos sociais que procuraram se estruturar através de articulações com a prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura. Ou seja, são o resultado do envolvimento do movimento social com o poder público. A idéia fundamental das lonas é a articulação cultural das comunidades com escolas de artes nas mais variadas formas.

A perspectiva da Secretaria Municipal de Cultura é construir mais dez lonas nesta gestão. O movimento das comunidades de Manguinhos e Jacarezinho tem sido bem plural do ponto de vista das participações e de outros condicionantes como a relação com a comunidade, o que torna mais realista a perspectiva de atingirem seu intento. Dia 9 de maio vai acontecer O Dia da Celebração da Saúde e Cidadania, que será o ensejo para o lançamento da campanha pela lona, que já tem nome: Alcione, a Marrom.

De acordo com a comunidade, Alcione, apesar de ser maranhense, não só foi acolhida pelo povo do Rio, como também acolheu-o de forma muito carinhosa. Carioca por paixão, como ela mesma gosta de dizer, foi no Rio que deu início a sua sólida carreira profissional, firmando-se como um dos maiores ícones da nossa música. Uma artista verdadeiramente popular, que vai onde o povo está, digna de uma homenagem como esta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário