Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


24 maio, 2009

Show S.O.S. Maranhão, na Batuque Brasil, foi um sucesso.

Por Raydenisson Sá
Fotos: Raydenisson Sá e Lays Garces

Aconteceu nesta sexta-feira (22), na Batuque Brasil, em São Luís, o show beneficente promovido pelo M.A.P em benefício dos vitimados pelas chuvas no Maranhão. Quando Joelma entrou em contato comigo me propondo representar nosso Blog neste show, eu não hesitei! E nosso Blog não fez por menos! Não só eu, mas muitos dos que foram contatados – tanto por Joelma quanto por Carlos Fernando – para integrarem esse gesto de solidariedade, se prontificaram imediatamente e fizeram com muita alegria a sua contribuição, provando que somos sim uma família unida.

Cheguei à casa de show acompanhado por minha mãe, Hildene, e minha tia, Maria das Graças, por volta das 20h e 30min, imbuído desta nobre missão. Foi necessário uma kombi para poder levar as doações. Com as arrecadações que fizemos em dois dias foi possível comprar 300 kg de arroz, 150 kg de feijão e 4 caixas de biscoitos salgados. Entramos pela porta dos fundos da Batuque, onde estava o pessoal do M.A.P. : Rosana, Ivone (com um neto), Laís, Roberta Marão, Didico, Penco e outros voluntários. Foi Penco quem nos recepcionou, mostrando-se muito satisfeito com nossas doações.

Voluntários do M.A.P., nossas doações e eu ao lado de Ivone.
Muitas pessoas chegavam para o show e todos traziam o ingresso: 2 kg de alimentos não perecíveis. A arrecadação foi excelente, ao que tudo indica.


Roberta Marão como voluntária, recebendo as doações
O primeiro grupo que se apresentou foi o Vamu Di Samba. Animaram muito a galera e afirmaram estar felizes, pois Alcione tinha aceito o convite de ser madrinha do grupo.De repente, surgiu ela! Radiante! Feliz por estar ali, na sua terra, fazendo sua parte para ajudar seu povo. Do palco, o Vamu di Samba a saudou: “Ê madrinha Alcione!” Foi o que bastou para se formar uma multidão ao redor da mesa onde Alcione se acomodara. Ela, com um leque lindíssimo posava para fotos e se abanava elegantemente!

Alcione com as amigas Antonia da Graça e Roberta Marão
Quando os ânimos se acalmaram, Lays veio me buscar para falar e tirar uma foto com a Marrom. Rosana me apresentou a ela, dizendo que eu estava representando o Fã-Clube do Blog. Ela me cumprimentou com aquele sorriso maravilhoso que só ela tem, agradeceu nossas doações e disse que nós tínhamos abalado! Tirei duas fotos com ela que não ficaram muito boas, mas eu gostei mesmo assim! E depois, a Marrom ainda disse que era para publicar nossa foto no Blog dela! (Tá ouvindo, né Joelma? kkkk). Alcione ficou por ali conversando, depois subiu até os camarotes e cumprimentou todos que lá estavam.

Eu ao lado de nossa querida Marrom, minha conterrânea
Chegou a hora da Banda Embala Brasil e do cantor Kosta Netto subirem ao palco. Eles deram um show! Cantaram desde músicas de Lopes Bogéa até Djavan. Depois disso, o ator maranhense César,vestido de Pai Francisco (personagem do Auto do Bumba Meu Boi), entrou em cena e chamou a magnífica Fátima Passarinho, que cantou um xote de autoria de João do Vale.

Fátima Passarinho
Na continuação, chamou Célia Sampaio, dizendo que ela era a maior cantora de Reggae do País.
Célia Sampaio sacudiu o público
Ela estava visivelmente feliz e entoou dois afoxés: "Deixa a Gira Girar" e "Orixá Babá". Também pediu a proteção dos orixás, caboclos, entidades e voduns para os desabrigados das enchentes. Deixou o palco para minha amiga Rosa Reis, que encantou os presentes com a toada "Esqueça".
Rosa Reis
Luciana Pinheiro entoou outro afoxé chamado "Sereia" e composto pelo saudoso Mestre Escrete; e Fernando Di Carvalho cantou as toadas de bumba meu boi,"Se Não Existisse o Sol" e "Bela Mocidade".

Fernando di Carvalho
Foi ele quem anunciou Alcione, que surgiu detrás do palco cumprimentando o público. Foi uma gritaria sem fim! Ela beijou Fernando di Carvalho,cumprimentou a banda sob comando de Oberdan Oliveira e virou-se em direção à Célia Sampaio, Rosa Reis, Fátima Passarinho e Luciana Pinheiro. Inclinou-se em um gesto de reverência, respeito e gratidão. Na minha opinião, o momento mais lindo do show. As cantoras ficaram de pé e a aplaudiram muito emocionadas.

Alcione pediu a presença de Carlinhos Veloz. Os dois cantaram “Jóia Rara” e “Imperador Tocantins”. Esta última está presente no disco novo de Alcione, “Acesa”, com lançamento previsto para junho.

Alcione com Carlinhos Veloz, autor do sucesso "Jóia Rara"
Com Fernando di Carvalho o dueto foi em “Cry Me a River”. Depois, Alcione seguiu só, cantando “A Loba”, “Perdeu, Perdeu” e “Meu Ébano”.

Alcione fez dueto com Fernando di Carvalho e cantou sozinha sucessos de sua carreira
A mais ilustre artista maranhense agradeceu a todos que contribuíram para o sucesso do show, inclusive nosso Blog. Chamou todos os artistas que se apresentaram e cantaram juntos a canção de João do Vale,"Todos Cantam sua Terra". Foi sensacional!

Alcione cantou junto com os cantores maranhenses
Por fim, agradeceu ao Secretário de Cultura, Luis Bulcão, e despediu-se do povo, que pediu bis. Ela voltou com o sucesso da Esbandalhada,"Vai Querer,Vai Querer". Subiram ao palco novamente a Banda Embala Brasil e Vamu Di Samba que fecharam o espetáculo com chave de ouro!

Agradecimentos a todos que colaboraram e, em especial, a Luis Bulcão, Secretário de Cultura
Quando a Marrom está no palco é sempre especial, mas, dessa vez, teve um significado diferente. Muita gente reunida por uma causa mais do que justa! Alcione, que costuma nos emocionar através de sua música, também nos ensina muita coisa. E esse show foi uma aula de generosidade e de amor ao próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário