Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

17 julho, 2009

Alcione e Luís Fernando Veríssimo abrem o Festival de Inverno em Petrópolis.



Fonte: Globo.com

Assim o Festival de Inverno foi aberto para o público: ao som de jazz. A banda Jazz Seis tem um integrante ilustre, o jornalista Luiz Fernando Veríssimo, que deu um show tocando o sax alto. Ele confessa que gosta mais de tocar do que de escrever e diz a importância qua a música tem em sua vida.

O encerramento da noite ficou por conta da cantora Alcione. No camarim, ela conversou com a equipe de jornalismo da INTER TV antes do show. No repertório estão sucessos e duas músicas inéditas do novo CD, que será lançado em agosto. E quando a Marrom começa o espetáculo, levanta o público. Ela conversa com os fãs, posa para fotografias, anda entre as cadeiras e conquista ainda mais o público.

Nesta sexta-feira a banda Jazz Seis e a cantora Alcione, que já se apresentaram em Petrópolis, vão estar em Teresópolis. E no Quitandinha, quem se apresentará é Bibi Ferreira, com o espetáculo Bibi canta e conta Piaff.

Nenhum comentário:

Postar um comentário