Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

09 julho, 2009

Cantou mais alto a voz do coração: "Alcione Convida Especial".


Por Stephanie Fagundes

Foi com grande emoção que Alcione subiu ao palco do Canecão ontem à noite para comandar
uma festa de nobre intuito. Num gesto de gratidão de quem sempre reverencia suas origens, Marrom veio cantar para se solidarizar com seu povo: conterrâneos que ainda sofrem com as chuvas e com as consequências que elas trouxeram nos últimos meses. E nesta empreitada ela sabe que pode contar com amigos de longa data. Emílio Santiago e Nana Caymmi estavam lá à postos, ao lado de Mart'nália, sua filha de coração, de seu sobrinho Jefferson Jr, e dos amigos Kleiton & Kledir e Marina Caymmi.

A anfitriã abriu a noite, seguida do sobrinho, Jefferson Jr. Em seguida foi a vez de Marina Caymmi, que cantou música do repertório da Marrom e cedeu o palco para Kleiton & Kledir. Mart'nália cantou com Alcione "Laguidibá" e continuou sozinha.
Entre um convidado e outro, Alcione voltava para cantar músicas do seu repertório como "Faz uma loucura por mim", "Você me vira a cabeça"; e músicas novas como "Acesa", "Eu vou pra Lapa" e "Imperador Tocantins", que estarão em seu disco novo (lançamento previsto para fim de julho).

Ela agradeceu a todos que estão de alguma forma abraçando com ela esta causa, entre eles, "seu" blog e seu fã-clube! Agradeceu a seus convidados e ao público presente também.

Então foi a fez de Nana encantar a platéia com sucessos da sua carreira. Ao final de sua apresentação, todos cantaram juntos "Marina Morena" do saudoso Caymmi. Emílio permaneceu no palco e dividiu o vocal com Alcione em duas canções antes de fazer sua apresentação solo. No fim, todos juntos brindaram o público com outra canção de Dorival Caymmi.

Eu tive o prazer de estar com ela, e embora estivesse visivelmente cansada, estava feliz! Muito feliz! Certamente tomada pelo sentimento de dever cumprido! Feliz também estava eu assim como todos que ali estavam presentes. Um show inesquecível!


Nenhum comentário:

Postar um comentário