Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

12 julho, 2009

Alcione e outros famosos prestigiam o rei Roberto Carlos em show histórico, ontem, no Rio.


Nem a chuva atrapalhou a
comemoração pelos 50 anos
de carreira de Roberto Carlos.
O rei entrou no palco
dirigindo um calhambeque
azul sob apalusos de
um Maracanã lotado. Cantou
sucessos inesquecíveis
de sua carreira e chamou
ao palco os amigos Erasmo
Carlos e Wanderléa.
Na platéia, muitos famosos
restigiaram o show. Alcione,
Ana Maria Braga, Tony Ramos
e esposa, Suzana Vieira
e muitos outros.

Roberto foi acompanhado por
40 músicos. O palco de
500 metros quadrados foi
o maior que ele já pisou.
O público para o qual cantou,
não. Em 1992, já havia se
apresentado para 300 mil pessoas em Mar del Plata, na Argentina.
No entanto, todos no Maracanã sabiam que aquele era um show especial.

2 comentários:

  1. Vi Alcione, em 2006, no Porto, Portugal. ADOREI.

    Parabéns pelo blogue.

    PALAVROSSAVRVS REX

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelas palavras e pela visita! Volte sempre que quiser! Beijos!

    ResponderExcluir