Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


07 julho, 2009

Telma Tavares e Alcione: Nair Grande (a bambambã do fuzuê).

Telma Tavares, em parceria com Roque Ferreira, compôs "Acesa", faixa-título do novo cd de inéditas de Alcione, que será lançado em breve. Ela também assina a faixa "Nair Grande (A Bambambã do Fuzuê)", desta vez com Paulo Cesar Feital. A compositora já é conhecida entre os fãs da Marrom, que desde o álbum "A paixão tem memória", quando gravou "Porto D'Alma" (Telma Tavares e Tainã Uaranie) vem endossando seu trabalho e trazendo para seu público belas canções.

Em 2004, Alcione gravou "Sangue Frio" no cd "Faz Uma Loucura Por Mim". No ano seguinte foi a vez de "Corpo Fechado" no cd "Uma Nova Paixão". E em 2007, de "Agarradinho" no cd "De Tudo Que Eu Gosto". Todas as três músicas repetiram a parceria de sucesso com o baiano Roque Ferreira, sendo que as duas últimas estarão presentes no segundo cd de Telma. Intitulado "Veia Mestiça", o cd traz ainda "Nair Grande (A Bambambã do Fuzuê)", em dueto com a própria Marrom. Confiram!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário