Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

12 agosto, 2009

Show de Alcione em São José dos Campos, SP.

Fonte: Rede Bom Dia

Alcione comoveu em seu show em homenagem aos pais, sábado (08),
no Monte Líbano em São José dos
Campos, SP. Cantou todos os
seus sucessos, curvou-se aos seus compositores e agradeceu o
presidente Nadim Cury, que,
no final, entregou à Marron um
botão de rosa branca. E ouviu
da cantora: “O nosso presidente
não é um qualquer. É chique.”
Alcione foi tão carinhosa que
apareceu no palco usando os
brincos que acabara de ganhar
de presente no camarim do
médico Lindolpho Guimarães
Correa Neto e de Eliane, fãs
de carteirinha.

Alcione contou inúmeras histórias
no palco do Monte Líbano.
Falou sobre o calo nas cordas
vocais que ameaçou sua carreira, mas foi vencido com ajuda espiritual.
E ainda uma passagem sua nos
Estados Unidos, quando fez
questão de cantar uma música
norte-americana em ritmo de
samba: “Overjoyed”,
de Setevie Wonder.

Terminou o show com uma
oração de agradecimento e
teve que voltar ao palco
para o tradicional bis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário