Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

29 março, 2010

Uma homenagem a Armando Nogueira.

Faleceu nesta segunda-feira (29), no Rio de Janeiro, aos 83 anos, vítima de um câncer, o jornalista e cronista Armando Nogueira. Nascido no Acre, mudou-se para o Rio aos 17 anos. Armando foi pioneiro na televisão brasileira, ao trabalhar, a partir de 1959 na primeira produtora independente do país, dirigida por Fernando Barbosa Lima. Trabalhou durante 25 anos na TV Globo, onde foi responsável pela implantação do jornalismo em rede nacional e pela criação do Jornal Nacional e do Globo Repórter. Em 2005, Alcione fez o lançamento do CD/DVD "Uma nova paixão ao vivo" no Canecão. O espetáculo contou com a apresentação do texto "Samba e futebol", por Armando Nogueira, que reproduzimos a seguir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário