Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

16 junho, 2010

O Arraiá da Marrom foi tudo de melhor!

Se tem uma coisa que Alcione sabe fazer, é festa. E que festa! Os preparativos começaram com dois meses de antecedência, aliando tempo e dedicação que se pode conferir no resultado final. A decoração foi feita no capricho pelo amigo Chico Coimbra e foi toda montada no dia da festa por uma equipe de mais de 100 pessoas. Os sofás ganharam uma capa de retalhos e cadeiras e mesas foram adornadas com rendas, fitas e fuxicos. No pátio, bandeirinhas, luminárias de chapéu de palha, balões e estandartes com os santos típicos destas festas, São João, Santo Antônio e São Marçal.

Bolas e bandeiras verde e amarela davam o clima da copa na piscina. A Festa Junina que Alcione comemora já há 25 anos também foi realizada para festejar o aniversário de Solange. No horário marcado, 20 hs, estava tudo pronto para receber uma lista de convidados de primeira linha, com amigos, familiares, imprensa e forte presença da classe artística.

Carlos Fernando e a aniversariante, Solange

Entre os famosos, Elba Ramalho, Neguinho da Beija-Flor, Zeca Pagodinho, Alexandre Pires, Regina Casé, Miguel Fallabela, Glória Perez, Leda Nagle, Jorge Perlingero, Telma Tavares, Sombrinha, Adriana Bombom, Taís Araújo, Eri Jonhson, Benedita da Silva, Zélia Duncan, Leilane Neubart, Leandro Hassun, Március Melhem, Ailton Graça, Arlete Salles, Cláudia Jimenez, Ivo Meirelles e Nilcemar Nogueira.

Os convidados foram chegando aos poucos, e logo a casa da Marrom estava cheia. Cheio também o enorme saco destinado às doações. É que nesta festa, cada um deveria contribuir com agasalhos e/ou cobertores para serem doados a comunidades carentes. Foram no total, 211 cobertores e muitas roupas para o frio.

Soca, Marry, Cristina, Carlos Fernando, Paty, Vera, Penco e Joelma

Mas toda essa produção não seria nada, não fosse aquele ingrediente fundamental capaz de dar a liga e transformar este num dos momentos mais memoráveis que já vivi. Estou falando do carinho, do acolhimento, da simpatia. Estou falando de como são especiais as pessoas que fazem parte da equipe marrom. Familiares, amigos, as pessoas que trabalham com ela (mas que são muito mais que funcionários), todos, sem distinção, são excepcionais. À começar pela própria Alcione, que me recebeu,literalmente, de braços abertos. Impossível não se sentir em casa.

Joelma, Luizinho, Da Paz, Carlos Fernando, Marry e Espoleta

Foi neste astral que passamos uma noite inesquecível, eu, Carlos Fernando e a trupe mais animada da qual tenho notícias: Jorginho, Dão, Aline, Élia, Tampinha, Serginho, Espoleta, Bimbão, Paty, Vera, Claudinha, Penco, Marquinhos, Cristina, Bola, Eulália e Marry. Da Paz e Luizinho, nossos amigos do fã-clube Alciquitos, também estavam presentes. Aproveitamos o encontro para conversar e reafirmar a parceria que existe entre os dois fã-clubes.

Tampinha, Joelma, Élia e Serginho

O casamento

Quando Maria Helena anunciou o tão esperado casamento, todos se dirigiram para a frente da residência. O time de famosos tomou a cena, com Alcione de prefeita, Taís Araújo e Eri Jonhson de noivos, Leandro Hassun, Regina Casé, Zeca Pagodinho, Ailton Graça e Soca. O improviso imperou dando aquele clima de descontração e graça que culminou na quadrilha comandada por Maria Helena, com os noivos à frente e nós atrás.

Grupo Lamparina

Alcione anunciou o grupo Lamparina, que animou os convidados com música e cultura maranhenses. Enquanto as meninas do grupo cantavam, dois bailarinos encantavam a todos com talento e irreverência. Depois de algumas músicas, de um pouco de Antônio Vieira e João do Vale, a vocalista diz que daria uma pausa, pois Elba Ramalho cantaria umas músicas num outro espaço. Todo mundo pros fundos! Fogos de artifício enfeitaram o céu, que estava limpinho.

Na sala, os quitutes de dona Alcione e companhia estavam sendo servidos. Arroz, caruru, bobó de camarão, torta de caranguejo, bolo de macaxeira de Ivone, sorvete de coco, de juçara e cupuaçu. Sentados no sofá, em pé na sala ou na cozinha, o povo se esbaldou. Eu tive o prazer de comer minha torta de caranguejo ao lado de Alexandre Pires. Caiu bem que foi uma beleza. Até repeti.

Alcione e Elba

Alcione começou a função no palco improvisado nos fundos da casa. E a música? Forró do Xenhenhém. Elba chegou e elas reviveram o dueto gravado recentemente no Dvd da paraibana. As duas se derreteram em elogios e dê-lhe música. E dê-lhe forró. E dê-lhe Gonzagão. Elba, então, chamou Zélia Duncan.

Alcione, Zélia e Elba

O trio estava formado! Foi um verdadeiro deleite para todos. Quando Alcione sentou à beira do palco improvisado para descansar, dei aquele abraço e agradeci novamente pela oportunidade de estar mais uma vez com ela.

Alcione e Joelma

Entrevista para o Fantástico

A imprensa estava em peso na festa. Sites, jornais, revistas e televisão. Antes das entrevistas, Alcione retocava o batom e atendia a todos com toda a paciência do mundo. Ela estava radiante. Aos poucos, os convidados foram deixando a festa. Até que ficamos só nós por lá. Eu, Carlos Fernando, Élia, Dão, Aline, Jorginho e Haroldo. Sandra de Sá chegou perguntando pela Marrom, mas ela já tinha ido descansar.

Carlos Fernando e Sandra de Sá

Joelma e Carlos Fernando

Aline, Dão, Joelma, Jorginho e Carlos Fernando

Élia, Carlos Fernando, Jorginho e Joelma

Aline, Carlos Fernando, Joelma, Bimbão, Jorginho e Paty

Sentamos junto a uma mesa e ficamos batendo papo com Maria Helena e Chico Coimbra, que nos contou do começo da Marrom no Rio e histórias antigas lá do Maranhão. Esfriou, mas não desistimos. Os ‘fim de festa’, como diria Alcione.

Joelma e Carlos Fernando

Enrolados em cobertores, tomando um bom chopp Itaipava e dando umas bicadas na ótima catuaba produzida pelo pai de Zeca Baleiro, ficamos rindo e jogando conversa fora até às 5 da manhã.

Carlos Fernando e Joelma

Dão, Élia e Carlos

Um comentário:

  1. ...snifff, snifff..., ... buaááááá, eu tbm queeeeeero!!!!!
    bZZos

    ResponderExcluir