Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


13 agosto, 2010

Lançamento do Dvd Acesa, um show à parte!

Eram 21hs quando aquela voz grave e potente invadiu os quatro cantos do Vivo Rio. Entoando um poema de louvor à sua terra natal, Alcione deu início ao show de lançamento do novo projeto. Verdadeira declaração de amor da artista ao lugar de suas raízes, o Maranhão, onde ocorreu a gravação do DVD Acesa Ao Vivo, sempre tão exaltado em toda a obra da cantora. Desde o começo, num espetáculo que contou com a execução de quase trinta canções, Marrom mostrou todo o seu amor e mostrou também garra. Ainda se recuperando de uma gripe que a colocou de cama, ela foi guerreira.

Algumas vezes, solicitou uma cadeira e chegou a cantar sentada. No camarim, nos confidenciou que se não fosse o tratamento intensivo que fez essa semana com medicações fortíssimas, não teria tido condições de se recuperar para o show. Apesar disso, lá estava ela, esplendorosa, poderosa. A voz (que ela disse não estar cem por cento) estava impecável.

Alcione começou com “De Teresina a São Luís”. Depois passeou por sucessos recentes, incluindo “Mangueira é mãe” , “Faz uma loucura por mim” e “Perdeu, perdeu”. As músicas do novo disco, “Acesa”, foram costurando o roteiro, intercalando-se com canções que se tornaram a marca da Marrom, como “A loba”, “Você me vira a cabeça” e “Meu ébano”. Novidade foi a inclusão de “Overjoyed”, gravada em 1996 e que para surpresa inclusive de Alcione, entrou na trilha sonora da nova novela das sete, da Rede Globo. Foi um show maravilhosamente extenso. Apesar de tudo, Alcione não se poupou e fez bonito. Na platéia, a presença carinhosa de convidados ilustres como Jorge Aragão, Ivo Meirelles, Viviane Araújo, Rogéria e Nilcemar Nogueira. Ilustres também éramos nós, do Blog Morena Forrozera, que tivemos uma oportunidade única de estarmos juntos, reunindo pessoas das partes mais diversas do nosso país.

Enquanto Alcione pausou para uma água, puxamos o “Parabéns à você”. “Quem é que está de aniversário?”, perguntou Alcione. Não precisou nem responder. Acompanhados da Banda do Sol, todos cantaram juntos e aplaudiram Maria Helena, que estava aniversariando na data. Lá atrás, teve bolo e a homenagem dos familiares, da produção e dos amigos.
Depois do show, mesmo cansada Alcione nos recebeu. Ficamos encantados com tanto carinho. O alvoroço na ante-sala do camarim era grande. Conversamos com a produção, naquele ambiente descontraído de sempre, e já nem pensávamos mais em dar aquele abraço na Marrom. Mas ela nos chamou, conversou conosco com aquela atenção toda que nos deixa sempre comovidos. Foi um show maravilhoso, mas em se tratando de Alcione isso é quase uma redundância! O Dvd só estará nas lojas no final do mês de agosto, mas enquanto isso, hoje tem mais "Acesa" no Vivo Rio!


Nenhum comentário:

Postar um comentário