Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


19 setembro, 2010

"Obrigado, Bateria".



Música de abertura do disco "Ouro e Cobre", de 1988.
Obrigado, Bateria
Composição: Miro Barbosa

"Eia! Eia!
Eia, minha bateria
Eia! Eia!
Deus lhe dê bastante harmonia

Minha bateria obrigado
Pela força que você me deu
Não fosse você esse meu samba
Não seria nada e nem eu
Que beleza, que exibição
Você fez do meu samba campeão

Eia! Eia!
Eia, minha bateria
Eia! Eia!
Deus lhe dê bastante harmonia

Rezo pra você a todo instante
Deus lhe dê bastante empolgação
Lá na avenida no desfile principal
Você faça um grande carnaval
Que seu surdo bata com a mesma emoção
Que vai dentro do meu coração"

Nenhum comentário:

Postar um comentário