Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


28 outubro, 2010

Alcione não podia faltar no Dvd da Loira!

Por Carlos Fernando Marão
Fotos: Carlos Fernando Marão e Soca

A felicidade, a amizade e o amor foram protagonistas na celebração que aconteceu na noite de ontem, no Credicard Hall, durante a gravação do dvd de Hebe Camargo. No elenco, mais do que artistas, amigos da apresentadora. Gente que não poderia faltar de jeito nenhum: Leonardo, Gilberto Gil, Daniel, Chitãozinho e Xororó, Ivan Lins, Barra da Saia, Bruno e Marrone, Paula Fernandes, Zezé di Camargo e Luciano, Daniel Boaventura, Maria Rita e Alcione.

Eu, Maria Helena, Soca e Bola fomos a produção da Marrom para este show. Não apenas nós, mas todos os artistas que cruzavam o tempo todo o camarim comungavam do mesmo sentimento: a alegria e o prazer em participar desse registro inesquecível na carreira de uma das pessoas mais queridas da televisão brasileira.

Na plateia, Xuxa, Fiuk e Lilia Klabin acompanharam a abertura do show, onde todos os convidados cantaram com Hebe a música "O Que É, O Que É", de Gonzaguinha. A canção que tem versos como "viver e não ter a vergonha de ser feliz", representava mais do que nunca os louros de uma existência abençoada, marcada pelo rigor do caráter, pela garra, pela fé e pelo amor à vida. Os artistas deixaram o palco, permanecendo Hebe e Alcione, duas verdadeiras rainhas, uma da TV, outra da música popular brasileira. Hebe não cansava de falar da honra e da responsabilidade que era dividir os vocais com a Marrom. Juntas cantaram "Como Vai Você", de Antônio Marcos, como se fosse uma simples conversa entre grandes amigas (que são, por sinal!). Foi único!

Alcione deu algumas entrevistas, inclusive para o site comemorativo de 40 anos de carreira de Chitãozinho e Xororó, e através de mim e de Soca, fez questão de registrar momentos exclusivos e especiais para o seu blog ao lado de algumas estrelas da noite.






Nenhum comentário:

Postar um comentário