Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

13 dezembro, 2010

Alcione, agora, vai virar atriz... "Essa mulher tem uma energia fundamental para o nosso sucesso nas telonas”

Alcione está sempre nos surprreendendo. Para quem achou o máximo ela interpretando uma cantora de cabaré na minissérie Amazônia, não perde por esperar. Agora, ela vai participar de um filme! Que mais nossa negona vai aprontar? A notícia é do site "O Fuxico". Ela pode tudo!

Alcione foi convidada para atuar no longa "A Fronteira de Sangue", na última terça-feira (07), durante um evento beneficente, e aceitou o convite.

O Diretor da Beagle Films Productions, Ricardo Zimmer, subiu ao palco do Natal das Famílias, acompanhado da atriz Desirée Oliveira, atriz que está no elenco, para presentear a cantora e acabou fazendo o convite para que ela atuasse nas telonas e, na mesma hora, a Marrom aceitou.

“Ela viverá uma das amantes viúvas de Getúlio Vargas no Épico. A cantora Alcione, além de interpretar, vai cantar no filme. Será um prazer para a Beagle Films Productions contar com a presença marcante e especial da nossa Marrom. Essa mulher tem uma energia fundamental para o nosso sucesso nas telonas”, disse o Diretor e Roteirista do Longa, que conta ainda com a presença de Luciano Szafir como protagonista.

O protagonista vai sofrer uma transformação para interpretar um senhor de 127 anos. O roteiro do filme é baseado na Revolução de 1923, um movimento armado no Rio Grande do Sul, no qual vai interpretar um revolucionário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário