Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

22 dezembro, 2010

Alcione se apresentou no Prêmio Orilaxé 2010

Alcione e Roberta Sá foram dois dos nomes que se apresentaram no palco do Teatro Carlos Gomes nesta última terça-feira (21), onde aconteceu o Prêmio Orilaxé 2010. Ele foi criado para celebrar a formação do Grupo Cultural AfroReggae, e é dirigido a personalidades e instituições sociais que contribuiram ao longo do ano para a valorização e divulgação da cultrua afro-brasileira. O Prêmio também contempla instituições que lutaram no combate da injustiça social.


Abaixo você tem a relação dos premiados que foram escolhidos por uma banca composta por três jurados em cada categoria, que numa primeira fase indicaram os concorrentes e em seguida, fizeram a votação.

Eliane Brum que recebeu o prêmio na categoria Jornalismo; o prêmio para Fotografia foi para Custódio Coimbra. O grupo de Ação Comunitária Caranguejo Uçá levou o de Veículo de Comunicação. No quesito Grupo Musical, Móveis Coloniais de Acaju ficou com o prêmio.

E quem recebeu o prêmio na categoria Cantor foi Carlos Dafé. Tulipa Ruiz foi premiada como cantora. O prêmio para Tradição Afro-Brasileira foi para a moradora de Bangu, D. Zica. Todos eles e elas da Velha Guarda da Portela foram premiados pela preservação da Cultura Popular.

Luiz Mott, mestre da Universidade Federal da Bahia, também foi contemplado durante a noite. Como Empreendedor Social tivemos Sergio Vaz, poeta e educador popular. Na categoria Projeto Social foi escolhida a Escola Pernambucana de Circo. Ainda na esfera social, tivemos o Governo do Estado do Rio de Janeiro na categoria Inovação Social pela instalação UPPs em favelas do Rio.

Já Milu Villela, presidente do MAM (SP) levou o Orilaxé pela Responsabilidade Social. E Marcus Vinícius Faustini, da Secretaria de Estado de Ação Social foi o escolhido para a categoria de Direitos Humanos. O Assessor Especial do Governador de Pernambuco, José Luiz Ratton, ganhou na categoria Políticas Públicas. Há ainda Teresa Porto que recebeu o troféu Destaque do Ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário