Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

12 dezembro, 2010

Viviane e Reginaldo encontram Alcione em João Pessoa

"Aprendi com meu pai que é reza forte
Quando a sorte chegar pegar com a mão
Pois quem morre calado é boi de corte
E lá no norte não tem disso não
E eu digo a meu pai que não se importe
Sei fazer muito bem obrigação
Pois quem canta mais forte espanta a morte
Paraíba do norte, Maranhão
Paraíba do norte, Maranhão"

Paraíba do Norte, que nada! João Pessoa e Campina Grande da Paraíba! O povo deste estado não morre calado, como bem versa a canção aí acima. Sabendo que Alcione faria show ontem, mesmo sendo um evento particular promovido para os Cooperados da Unimed do estado da Paraíba, eles correram atrás.

Foi uma semana de muita expectativa, saber que a nossa cantora estaria em João Pessoa e que o show seria fechado ao público. Mesmo assim, no dia do show, Reginaldo mais uma vez não mediu esforços. Veio de Campina Grande para João Pessoa, onde chegou à rodoviária e começou a ligar para os hotéis até descobrir que a Marrom estaria hospedada no Hotel Tambaú. Entrou em contato com Viviane, que é de João Pessoa, e seguiu para o hotel. Por volta das 21hs eles se encontraram. Ficaram na recepção do hotel, até que um segurança os reconheceu devido às camisetas, e pediu para que se retirassem do local. Claro que isso não foi suficiente para que eles desistissem de esperar a nossa amada Alcione.

Permaneceram na porta principal e foram informados que a Banda do Sol e Alcione sairiam por ali. A Banda saiu eram 23:00hs. Os recebeu com o mesmo carinho de sempre e informou que a cantora sairia logo em seguida. Esperaram ansiosamente a nossa Marrom. Quando percebeu a presença de Reginaldo, que correu a fotografá-la, Marrom disse: "tu tá por aqui, menino?" E com a mesma simpatia que é sua marca registrada, recebeu Viviane e Reginaldo. Tirou foto com ambos (infelizmente a de Reginaldo não ficou boa), falou do seu DVD e lamentou muito o fato de não poderem entrar no show, pois se tratava de uma festa reservada. Alcione agradeceu pela presença de ambos. Os paraibanos acompanharam a diva até o carro. Com aquele carisma de sempre, fez questão de baixar o vidro do carro, acenar com a mão e dizer: "tchau, minha gente, obrigada mais uma vez”. Viviane retrucou: "vamos lá pra porta da casa de show pra ficar te ouvindo de fora". Alcione riu e balançou a cabeça dizendo: "não acredito!". Rsrs

Para finalizar, Viviane e Reginaldo - dois paraibanos que quando a sorte chega, pegam com a mão - declaram aqui no nosso blog que o amor que sentem pela Marrom só faz aumentar a cada encontro, pelo carinho e pela consideração que a nossa cantora tem com o seu público.

Um comentário:

  1. É verdade!!!
    Todo nordestino é destemido, perseverante, determinado e acima de tudo, de muita fé.
    Parabéns Viviane e Reginaldo, vocês realmente
    representam de forma carinhosa e fiel o Fã-Clube/Nordeste.

    ResponderExcluir