Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

15 fevereiro, 2011

Alcione: ela é a cara do Brasil. Mario Testino fotografa no Rio de Janeiro

Quem já não está louco para ver essas fotos? Eu estou! Não é de hoje o carinho que Mario Testino sente por Alcione. Fotógrafo peruano, internacionalmente famoso por suas propagandas de anúncio e imagens de moda imaginativas e ousadas, ele confessa: "um vício? Alcione!" Radicado em Londres, Testino apaixonou-se pela Marrom nos anos 90, quando Carine Roitfeld, da Vogue França, o aconselhou a buscar suas raízes sul-americanas para encontrar um estilo. Anteontem à tarde, Alcione, juntamente com a renomada modelo internacional, Kate Moss, pousou para as lentes do badalado fotógrafo. As fotos vão figurar na Revista Vogue de maio, uma edição comemorativa pelos 36 anos da revista no Brasil. Testino fez questão de incluir grandes personalidades brasileiras, elegendo as coisas e as pessoas que ele mais gosta em nosso país e que melhor o representam! As fotos com Alcione foram feitas em uma cobertura na Vieira Souto, no Rio! Além dela, Oscar Niemeyer, Fernanda Montenegro e Rodrigo Santoro participarão do ensaio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário