Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


30 abril, 2011

Alcione encanta e envolve palmenses

A noite de ontem começou com o samba envolvente comandado pela banda palmense  Vassuncé, que resgatou clássicos da Música Popular Brasileira para deixar os palmenses com tons de marrom e com muito samba no pé. Sem deixar o samba morrer e com muita sensualidade, a atração tão esperada da noite subiu ao palco do único estado brasileiro onde ainda não tinha realizado show, anunciada pelo anfitrião do evento, o jornalista Melck Aquino.

Alcione congregou todos os seus sentimentos, todas as luzes, mostrando que tudo ali estava aceso. E nestes momentos de "luz", Marrom trouxe seu ecletismo com sambas temáticos e fartas doses de romantismos. "Como pode eu nunca ter vindo a Palmas, né? Fiquei sabendo que aqui tem muitos maranhenses, um grande abraço da Marrom a todos os meus conterrâneos", disse a cantora.

Fonte: Jornal do Tocantins

Nenhum comentário:

Postar um comentário