Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


15 maio, 2012

O canto da Dona Marrom em Belém

Por Raphael Andrade
Antes de começar o show, que aconteceu no dia 21 de abril, fui procurar o camarim para entregar o meu presente para negona. Falei com Maria Helena e ela foi um amor de pessoa, dizendo que a Marrom iria me receber no final do show.

Eram 1h10min e as cortinas da casa de shows Amazônia Hall abriram-se para receber a rainha do samba brasileiro. A maior cantora do mundo (fato!) já disse a que veio quando entrou em cena com "Mangueira é mãe". Ecoou como se fosse playback (minha mãe foi uma das que imaginou isso), pois ela nem abria a boca para cantar (ôh vozeirão de Deus)! Quem não está acostumado com o canto do sabiá, pensa que aquela senhora baixinha não tem todo esse poder! Ledo engano! Logo no "boa noite, Belém", todo mundo fica besta com o poder da sua voz. Voz esta que brinca e encanta todos há 40 anos.

Alcione, como sempre, arrebentou! Na foto, o setlist recheado de sucessos, faltando o improviso de "Minha missão", cantado quase à capela! O povo que lotou a casa de show ficou louco a cada sucesso. Eu, bem na frente do palco(não sou besta), gritava juntamente com minha mãe, que não parava de brincar com Maria Helena (falando nela, ôh pessoa maravilhosa!) Deu-me um presentão juntamente com Vera. Isso, sim, é produção!

Quando minha negona falou do seu fã clube, que escolheu a música "Medo" para ela regravar, eu, como da última vez aqui em Belém, gritei "Morena Forrozera!" Ela olhou e disse: "esse blog mesmo, o Morena Forrozera!"




































Ao final do show, quem comprava o dvd, podia tê-lo autografado. Levei os meus dois e fui junto com minha mãe. Agradeci à Maria Helena e à Rosana pelo carinho e entrei na sala. Lá estava ela sentada. Aparentemente cansada de tanto arrasar no palco. Mamãe se meteu logo na frente dizendo que eu era apaixonado por ela e que ela não saía lá de casa, beijou a mão dela e tudo! Rsrsrs...Ela sorriu e Maria Helena disse: "ele é do blog e foi quem te presenteou com o anel". Marrom me olhou (eu me tremi todo) e agradeceu o presente. Autografou meus dois dvds. Antes de entrar no camarim, foi avisado que ela não iria tirar foto com ninguém, só autografar os dvds! Como chorão de sempre disse para nega, "poxa... nem queria autógrafo, só uma foto! Ela disse: "O QUE MENINO?" Fiquei nervoso (rsrs) Aí, ela disse "só ele, porque vai pro blog". Não sou um qualquer! (rsrs). O que posso dizer é que Belém se rendeu aos encantos da DIVA! Feliz é pouco, eu estou é REALIZADO!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário