Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!

13 junho, 2012

Diogo Nogueira em show de reinauguração do Imperator, ao lado de Alcione

No dia dos Namorados, 12 de junho, o Méier consagrou seu laço de amor com a música. Na noite desta terça-feira, o bairro da Zona Norte do Rio resgatou sua casa de espetáculos que recebeu grandes astros nacionais e internacionais. O Imperator ou Centro Cultural João Nogueira teve show de abertura só para convidados do cantor Diogo Nogueira.

Antes de começar o show, um vídeo foi exibido com relatos de Beth Carvalho, Eri Johnson, Sandra de Sá, diretor Jorge Fernando, Dudu Nobre e Monarco. Eri relatou que quando fechou a casa sentiu uma profunda tristeza, pois era como se fosse a perda de um ente querido. Já Beth Carvalho disse que João Nogueira e Méier tem tudo a ver: 'João foi uma pessoa que é do Méier, é da Zona Norte", afirmou ela.

Diogo Nogueira entrou no palco muito emocionado e embalou canções do seu projeto 'Sambabook'. O projeto, que possui um livro discobiografia, um fichário com 60 partituras de João Nogueira, um DVD, 2 CDs, foi patrocinado pela Petrobras e será voltado para todas as escolas de música do Brasil. Diogo disse, no palco, que o próximo contemplado deste projeto será o compositor e cantor Martinho da Vila.

No show de homenagem ao pai, houve participações da cantora Alcione, de sua tia, Giza Nogueira, a cantora baiana Marienne de Castro e a bateria da Portela. O público delirou, cantou e se emocionou. No final, Diogo agradeceu a presença de todos e deixou Paes e os demais convidados com gostinho de quero-mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário