Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


14 julho, 2012

Primeiro fim de semana do FIG vai de Alcione, Jorge Vercillo e Roberta Sá

O primeiro fim de semana do 22º Festival de Inverno de Garanhuns, no Agreste do Estado, reúne os mais variados estilos e sons, desde a música sertaneja e romântica até forró e música pop com influências regionais. Turistas e garanhuenses assistem às apresentações em seis polos musicais.

A principal estação da festa, o Palco Guadalajara, recebe neste sábado (14), a partir das 21h,  Hercinho, Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, Academia da Berlinda e Roberta Miranda. A cantora Alcione, a Marrom, encerra a programação com sua voz inconfundível, trazendo sucessos como Garoto maroto, Minha estranha loucura e Você me vira a cabeça.

Já no domingo (15), sobem ao palco La Pietá, Nei Lisboa, Siba e Lira. Encerrando a noite, o canto e compositor Jorge Vercillo leva todo seu romantismo ao Agreste pernambucano com as mais recentes Sensível semais e Memória do prazer, além dos hits Monalisa, Final feliz, Homem-aranha e Que nem maré.

Lucas Notaro e os Corajosos, Di Melo e Madeira de Lay são as vozes que animam o festival na segunda (16). A cena pernambucana também marca presença com Mombojó e China. Na sequência, todo o romantismo das canções de Roberta Sá.

Outros cinco polos estão espelhados por Garanhuns, e atendem aos variados estilos e preferências musicais de quem vai ao festival. Há programação de cultura popular, música instrumental e erudita, jazz e blues. O Parque Euclides Dourado é a sede de dois desses polos: o de forró e o pop. Confira aqui a programação completa do festival.

Nenhum comentário:

Postar um comentário