Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


05 julho, 2012

Turnê do Prêmio da Música Brasileira

Por Raphael Andrade
Belém do Pará foi mais um capítulo feliz da turnê do PMB. Foram dois shows lotados no belo teatro Maria Sylva Nunes, que fica na beira do rio, na Estação das Docas. Com presenças de Murilo Rosa, Leila Pinheiro, Péricles, Mariana Aydar, Andreia Pínheiro (cantora da terra) e a DIVA Toda poderosa Marrom, além do homenageado deste ano, João Bosco.

Para conseguir ingressos do show era necessário concorrer no site da organização do show. Não ganhei, mas tentei a sorte grande indo de penetra!!! Quando vi que era "sério, borel" (como diz a Nega), fiquei arrasado, até que criei coragem e fui certo em um fã da Mariana Aydar que estava cheio de cds. Perguntei sobre o ingresso. E adivinhem??? Ele tinha um sobrando!!!! Ufa!!! Minha noite estava salva! ver minha Marrom duas vezes em menos de 2 meses é coisa RARA!

O teatro estava LOTADO, mas tinham duas vagas na primeira fila. Eu, como não sou besta, sentei lá onde o coro come! Cada artista apresentou 3 ou 4 músicas do repertório do homenageado João Bosco. Falando em homenagem, nossa Marrom foi que nos homenageou com sua VOZ! Como disse Murilo Rosa ao chamá-la ao palco:" o que falar dela? Bom, a deusa da música brasileira: ALCIONEEEE... "Ajoelhou-se e beijou a mão da Diva. Eita, que a felicidade transborda em ser fã dessa NEGONA. Cantou quatro músicas de autoria de João: Bala com Bala (com falsetes em tom menor), Siameses, Quando o Amor Acontece (tirando risos e aplausos da plateia com o seu ai ai ai... "Gente, João Bosco desceu em mim") e Linha de Passe, música muito difícil de cantar (claro que ela tirou de letra). Oo teatro se rendeu aos encatos da Diva e, por último, com o João Bosco, arrasou em Mestre Sala dos Mares. No final, ainda teve o bis com Papel Machê e o Bêbado e o Equilibrista com todos os cantores reunidos...


E lá se foi mais uma noite perfeita, vendo e ouvindo a negona ARRASAR. Ao fim do Show, fui para porta dos fundos onde saíam os artistas. A Nega, quando passou por mim, me fez tremer todo... Não tive coragem de pedir uma foto, devia estar cansada e ainda tinha o outro show no dia seguinte. Confesso: medo também do ziriguidum da NEGA (Ui). O que importa é que me esbaldei de tanta felicidade. Morena Forrozera sempre na área!

Nenhum comentário:

Postar um comentário