Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


05 novembro, 2012

Música para ser ouvida com os olhos

Nos shows, lá está ela, linda e iluminada, elevada à condição de diva pelo talento indelével e admiração por tantos devotada. Ao mesmo tempo, divinizada pelo glamour do palco, cenário criado para nos afetar com suas envolventes facetas. Por trás das cortinas, acesa, a luz para iluminar, para enfatizar, para valorizar. A luz que foca, que dá brillho, a luz utilizada para ampliar a percepção da música através de efeitos visuais. Apazigua, acalanta, agita, aquece, enebria...

Luz que é sentimento balizado na técnica, e que tem entre um de seus maiores representantes, Luís Carlos Bimbão, ou Bimbão Luz, como é conhecido. Lighting designer há mais de 30 anos, já tendo trabalhado com os maiores nomes da nossa música, é um verdadeiro ícone desta arte, que com sensibilidade e conhecimentos apurados nos proporciona, através de jogos de cores e luz, uma sensação única, um show à parte. Para ilustrar, algumas fotos do último show, realizado em 3 de novembro, no Vivo Rio, com uma apoteótica iluminação, ao comando de Bimbão Luz. Impossível não se render a tanto talento!

 





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário