Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


19 maio, 2013

Alcione revela o fetiche de seus fãs: ‘Pedem para eu fazer um carinho com as minhas unhas’

As sempre produzidas unhas de Alcione tornaram-se um verdadeiro fetiche da vida da cantora. Tanto que a maranhense já acostumou com os pedidos de cafunés que recebe dos fãs que a encontram na rua.

- As pessoas pedem para vê-las. Pedem para eu fazer um carinho com as minhas unhas. As crianças também adoram - diverte-se Alcione, que na juventude já conservava o hábito de mantê-las impecáveis: - Desde quando eu era estudante no Maranhão, minhas unhas eram bem tratadas. Também já gostava de cores fortes, mas a pessoas tinham vergonha, diziam que era cafona, agora virou moda e eu acho graça.

Há cerca de 20 anos, o assunto ficou sério na casa da Marrom. Ela começou a usar unhas de acrílico e hoje, utiliza as de silicone.



- Hoje não consigo ficar sem usar sem usar esmalte. Parece que estou nua. Não tenho uma cor preferida, mas menina vê se eu sou mulher que usa gloss e misturinha. Gosto de bocão, unhão - avisa.
O verdadeiro acervo de esmaltes de Alcione já conta com mais de 300 vidrinhos, das mais distintas tonalidades, de todos os lugares do mundo.

- Meus amigos quando estão viajando só me trazem esmaltes de presente. Nem preciso mais comprar. E quando eu vou pintar a unha digo que é o ação global, de tanto que posso escolher - brinca.
Acostumada o tamanho de suas garras, a cantora começou a ter problemas quando comprou um telefone sem teclado, que depende do toque para acionar seus dispositivos.

- As unhas não me atrapalham em nada. Cozinho, me visto, só agora na hora de usar o toach do telefone é que está complicado. Mas ele vai ter quer se adaptar a mim e não, eu a ele...(risos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário