Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


12 agosto, 2013

Alcione animou a Rosas de Ouro

Por Sandra Pereira da Silva
O show na quadra da Rosas de Ouro que aconteceu no dia 03 de agosto foi o máximo! Claro que o fã-clube Morena Forrozera de São Paulo não ficaria de fora! Por ser uma festa promovida por uma rádio local, onde se anunciavam tantos cantores, a impressão que tivemos era de que Alcione fosse fazer uma participação pequena, cantar algumas músicas e pronto. Mas qual foi a nossa surpresa? Ela chegou linda e maravilhosa com a equipe completa, digna de uma diva: banda bailarinos e tudo que tem direito. Durante o show, ainda fez uma participação para o programa Fantástico, da Rede Globo. Além de mim, do Elias e do Carlos Assis, estavam a Márcia Ferreiro e a Magnah Araújo.


Foi simplesmente maravilhoso, não desmerecendo os que se apresentaram antes, Grupo Alegria da Massa, Reinaldo e Art Popular, que animaram bem a galera. Mas quando Alcione entrou foi um arraso só. O melhor show da noite! Ela começou cantando Primo do Jazz, passou por Não Pense em Mim, Estranha Loucura, Eterna Alegria, Produto Brasileiro, Mulher Ideal, A Loba, Amor Surreal, Poder da Criação, Meu Ébano, Retalhos de Cetim, Você me Vira a Cabeça e terminou com um pout-pourri da Jovelina Pérola Negra. Tudo se desenrolou perfeitamente, numa sintonia ímpar com o público, que cantava junto o tempo todo. Parabéns à rádio 105 FM que nos proporcionou este presente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário