Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


25 setembro, 2013

Vamos falar de AMOR?

Como se transcreve uma emoção? Como se conjuga sentimentos? Como fazer o leitor entender e apreender um sorriso largo, um brilho cintilante no olhar e a certeza de se viver uma eterna alegria, ainda que durem apenas algumas horas?

Engraçado é pensar em alguém e sorrir, tremer, sentir as mãos gelar, o coração disparar... Porque esta pessoa faz parte da sua história, faz parte da sua vida. É alguém tão íntimo, que conhece teus segredos e compartilha com você momentos de extrema alegria.

Tudo isso é amor; amor, não! AMOR. Desses tão humildes, tão concisos, tão certos que só de ouvi-la reconforta. Que uma foto nutre e um autógrafo fideliza.

Na última sexta-feira, dia 20/09/13, em Teresina (PI), aconteceu o show da nossa tão amada Marrom. Alcione nos trouxe de presente um repertório leve, alegre e fez até os seus fãs mais displicentes cantarem por quase duas horas ininterruptas. Um show que nos fez cantar, emocionar e recordar por muito tempo da saudade que ela deixa sempre que sai do palco.

Estar com ela, mais uma vez e, desta vez apenas na condição de fã, foi indescritível. Ela sempre de sorriso largo, não se importa com meu jeito exagerado de demonstrar afeto. (Sim, porque pedi e ela deixou que eu a cheirasse do cotovelo até o ‘cangote’! E pense numa mulher cheirosa! Hahahaha) Ela sabe que é amor, ou melhor, AMOR de verdade.

Tenho guardados comigo por todo o sempre seu sorriso, seu carinho, seu cheiro, as fotos e os autógrafos que, permitindo Deus, ainda irão se multiplicar!

Aguardamos todos nós, seus fãs do Piauí, seu retorno. Que seja breve!

Meu carinho,

Cristiana Cerqueira.

Um comentário: