Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


24 novembro, 2013

Foi uma verdadeira alegria a gravação do novo DVD da Marrom

Por Yann Fernandes
Às 21h30min, na avenida Ayrton Senna já se fazia fila para o estacionamento! O povo estava chegando cedo para aquela que prometia ser "a gravação"! Às 22h30min a casa foi aberta para o público, que aos poucos foram tomando seus lugares. A casa era realmente enorme, linda, e o palco da Marrom parecia ser maravilhoso! O maior da história!! Na mesa, um mimo para o público: um jarrinho com borboletas coloridas para entrar no clima da festa!!

Quando o relógio bateu meia-noite, a casa já estava lotada. Logo mais, Alcione traria sua eterna alegria para contagiar a todos! À 1h15min, a diva estava no centro do palco... Começou o espetáculo! A banda deu o tom, as borboletas apareceram no palco, e Alcione entoou "pra quem me chamou, tô aquuiiiii..."  Mas a voz dela sumiu! Era o público que gritava enlouquecido, tão alto, que superaram o áudio da Marrom! Foi uma festa só!! Ela estava solta no palco, se sentindo em casa! Cantou músicas como "Produto Brasileiro", sem palavras... Fez "charme" ao cantar a música "Difícil de Aturar", surpreendeu o público com as inéditas (e lindas por sinal) "Não me venha outra vez falar de amor" e "Dama e vagabundo" (essa, muito aplaudida)!

Com o amigo Zeca Pagodinho cantou "Êh, êh". Zeca puxou o "Parabéns à você" com direito a bolo de aniversário. Depois ela chamou ao palco Tárcio Cardo, que deixou todos de queixo caído com sua voz suave, marcante e impecável! Cantaram juntos "Mudança dos ventos" e "A voz de uma pessoa vitoriosa".

No segundo momento do show, o ballet de Chocolate, que estava presente desde a segunda música, entrou em cena no instrumental de "Amor surreal", enquanto Alcione deixava o palco. Uma coreografia linda, de três minutos, que deleitou a plateia pela sutileza da apresentação. Quando Alcione voltou ao palco, com seu inédito vestido azul, todos foram novamente ao delírio! Que roupa linda! Marrom seguiu cantando músicas como o pout-pourri "O que eu faço amanhã"/"Meu vício é você". "Por ser mulher", "Conversa fiada", "Bate palma aê". Com Cezinha cantou "Contrato de separação", e, então,  chamou a dupla Vitor e Léo ao palco. Os três cantaram "Romaria", e emocionaram a plateia já no primeiro refrão! Lindos!!

Alcione cantou mais sucessos como "Você me vira a cabeça", "Meu ébano" e fez nossos olhos marejarem ao cantar "Magia do palco", em homenagem ao seu irmão, recém falecido, Emílio Santiago. Mas, como a alegria não podia parar, chamou Andréia Caffé e juntas homenagearam Jovelina Pérola Negra! Cantaram "Sorriso de um banjo". Andréia Caffé arrasou! Marrom deixou a convidada no palco e saiu para trocar de roupa. O silêncio reinou até que ressurgiu a voz potente e firme, "cuidado que a mangueira vem aí! É bom se segurar, por que a poeira vai subir". Marrom entrou sorridente e embalada, vestida de verde e rosa para homenagear sua escola com a canção "Essa gente de Mangueira", que emendou a canção-fim, "Tem capoeira".

O Barra Music todo aplaudiu em pé! Marrom chamou todos da produção que podiam estar no palco e os aplausos não pararam!! Acenando, sorrindo e sambando, Marrom se despediu e deixou a seguinte sensação: Eterna Alegria veio pra ficar! O melhor e mais bonito show da Marrom dos últimos tempos!! No camarim, lotado, não deixou de dar aquela atenção especial aos morenos forrozeros que marcaram presença: eu (ela usou no palco o leque com mais de quinhentos cristais que dei a ela, quanta emoção! ), Elias Gomes, Sandrinha, Luan Penedo (que tirou as lindas fotos que ilustram esta postagem), Daniel Santos, Juliana e outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário