Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


30 junho, 2014

Alcione é muito mais!

Por Crika Cerqueira
Eu fiquei pensando: como traduzir? Vocês já perceberam a universalidade da música? Eu me coloquei neste exercício hoje. A responsabilidade do artista é incomensurável...

Hoje foi a apresentação da minha preferida, Alcione Nazareth, um monstro de talento que o Maranhão tem OBRIGAÇÃO de aplaudir. A lagoa da Jansen hoje, 27 de junho, reuniu da empregada doméstica ao patrão de altíssimo calão. Todos num único coro catantaram da "Loba" ao "Boi da Lua". Não existia conta bancária ou débito que os apartassem, segregação de cor, classe social, capital cultural ou qualquer coisa que o valha. Ali existiam os que além de apreciar o talento da (na minha opinião) melhor cantora, os que comungavam a pluralidade e acessibilidade do amor. Não! AMOOOR!!! Alcione é talento, interpreta com exatidão e muito à vontade a alma dos apaixonados, mas sobretudo, é plural.

Obrigada pelo talento, obrigada por ser maior que meu amor INCONDICIONAL!

Nenhum comentário:

Postar um comentário