Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


18 março, 2015

Show Intimidade em Campina Grande ( Clube Campestre )

Por Duval Farias

No dia 14/03/2015, a cantora Alcione apresentou no Clube Campestre em Campina Grande – PB o show Intimidade.

Antes do show iniciar, pude conhecer pessoalmente outros fãs da Alcione, como Bira, Reginaldo, Viviane, Marizete e Aércio, que permaneceram comigo durante o show.

Nesse show, tive a oportunidade de ser recebido pela produção da Alcione, que me tratou muito bem e antes do espetáculo  começar, a cantora nos recebeu em seu camarim.

Confesso que estava muito nervoso. Afinal, eu estava diante do meu ídolo, uma das maiores cantoras desse país. Alcione foi muito atenciosa e carinhosa com todos nós. Recebeu presentes, distribuiu não só autógrafos, mas muito sorriso e simpatia.

No palco, Alcione levou seu público fiel ao delírio. Cantou para as mais diversas faixas etárias. Além de cantar, ela parou em alguns momentos para contar as suas histórias, arrancando gargalhadas dos que estavam presentes.

Durante o show, Alcione foi surpreendida por um fã no palco, que prontamente foi afastado pelos seguranças. Ela aproveitou para relembrar um incidente, no qual fraturou o tornozelo há alguns anos atrás e precisou colocar sete pinos, explicando porque não gosta de ser surpreendida de tal forma. Mas com bom humor, ela recebeu esse fã no palco, tirou foto e voltou a nos embalar com a sua voz.                  

No repertório não faltou seus grandes clássicos, como: Não Deixe o Samba Morrer, Gostoso Veneno, Estranha Loucura, Meu Ébano, Ou Ela Ou Eu, entre outros.

Alcione com certeza encantou os corações do público no Clube Campestre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário