Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


30 maio, 2016

Alcione em Jundiaí


Texto: Elis da Costa 
Fotos: Elias da Costa e Sandrinha Cepav

Dia 25 de maio de 2016 foi mais um dia de encontro com grandes amigas, Sandrinha Cepav e D. Carmem, sua mãe, além de Marcia Rerreiro e Magna, no show de minha diva Alcione, no Clube Grêmio na cidade de Jundiaí, São Paulo.

Eu saí de Santos e minhas amigas enfrentaram trem até o local. Quando chegamos, já havia um grande movimento de pessoas. No palco, para fazer a abertura do show, a grande  sambista e intérprete paulista  Eliana de Lima, cantando parte de seus sucessos. 


Depois da 1h da manhã, subiu ao palco a rainha da voz, Alcione, de vestido rosa e muitos brilhos, cantando daquele jeito peculiar a música Juízo Final.  Foi um delírio só! Muitos gritos e aplausos para o “sol”. Ao término da canção, cumprimentou  o público e seguiu cantando muitos de seus grandes sucessos, como Queda de Braço, A Loba, Estranha Loucura e muitos outros. 

Entre uma música e outra, um papo gostoso com a galera, no estilo já conhecido da “Marrom”. Falou sobre  o atentado com a apresentadora Ana Hickmann, dizendo que o que aconteceu foi cruel, e pode acontecer com qualquer pessoa, não somente com artistas. Lamentou profundamente o ocorrido e manifestou seu apoio à apresentadora. 

Então, vieram boleros, que são o tema do seu novo projeto. Alcione também mencionou sua linha de Esmaltes. Recebeu o carinho da plateia, que, na beira do palco, esticava as mãos para cumprimentá-la e fazer selfs. E ela retribuindo com todo carinho. Encerrou o show com Não Deixe o Samba Morrer.



Infelizmente, desta vez não conseguimos vê-la e tirar a foto ao seu lado no final do espetáculo. Já acompanho minha diva há  25 anos e fã que é fã tem que entender que nem todo o dia é um bom dia. Saí feliz do mesmo jeito, e junto de minhas  amigas fomos ao encontro de Carlos Fernando, Vera, Luíza e Silvinha, que estavam acompanhando a venda dos Esmaltes. Todos nos dando um momento de alegria, como sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário