Sejam Bem-vindos


Quem a ouve não esquece... Voz exuberante e inconfundível à serviço da alma, refletindo a entrega de quem não teme se doar por inteiro. O poder e a sensualidade da voz negra que tinge a aquarela da música brasileira de marrom, com todo o suingue, brilhantismo e carisma de quem tem certeza que não está aqui por acaso. Vinte e oito discos de ouro e oito de platina, sendo dois deles de platina duplo. Inúmeros prêmios da MPB: Sharp de Música, Caras, Globo de Ouro, Rádio Globo, o Antena de Ouro, Tim, entre outros. Além desses, prêmios de grande vulto internacional como O Pensador de Marfim (concedido pelo Governo de Angola), Personalidade Negra das Artes (concedido pelo Conselho Internacional de Mulheres) e A Voz da América Latina (concedido pela ONU). Este blog é dedicado à cantora mais popular do Brasil. Filha do nosso chão, orgulho nosso. Uma mulher, uma negra, uma nordestina, uma brasileira guerreira: Alcione, a Marrom!


19 junho, 2017

Alcione movimentou a Internet com sua participação no Domingão do Faustão

Ontem, para surpresa dos fãs, Alcione participou do Ding Dong, do Domingão do Faustão. Como o quadro consiste em uma competição entre duplas que tem de adivinhar os acordes de uma música, a aparição não podia ser anunciada e, claro, pegou muita gente desprevenida. Pra quem perdeu ao vivo, não tem problema! É só acessar a Globo.com. Os vídeos estão todos lá!

A cantora movimentou a internet, mostrando uma silhueta esguia, com 23kg a menos, conquistados a partir de uma dieta rigorosa que cortou gorduras e açúcares. Ela estava simplesmente linda, com um vestido preto, esnobando na transparência e lembrando muito o ensaio do disco Simplesmente Marrom, de 1990. Pra quem acha que emagrecer depois de uma certa idade é praticamente impossível, ela deixa o recado de que força de vontade e determinação são maiores que tudo.
Porém, não foi só o corpinho que gerou repercussão. Alcione, que vai ser enredo da Mocidade Alegre ano que vem, que fala e não manda dizer, deixou um recadinho para o prefeito do Rio de Janeiro, Crivella, falando da sua insatisfação com relação aos cortes de verbas para o carnaval de 2018 do Rio. "Os caras roubam lá na Petrobrás e a culpa é do samba!"

Uma pessoa dessas, que desde que colocou os pés na Mangueira, nos anos 70, só fez levantar a bandeira do samba, TEM QUE SER APLAUDIDA DE PÉ! Cortar as verbas pela metade não vai resolver o problema financeiro do Rio de Janeiro, que é uma cidade turística e vive do carnaval, o maior espetáculo cultural do país, que atrai para o Rio milhares de turistas todos os anos, traz investimento, cria empregos e movimenta a economia. Parabéns, Marrom, a voz que não deixa o samba morrer! Estamos contigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário